img1_0004_small.jpg

Historial de Santa Eugénia e Estudo Económico
Home | "ALIJÓ - VIDEO" | História de Santa Eugénia | Santa Eugénia - História | Santa Eugénia - CentroDia | Hiperligações | História1 | História2 | História3 | História4 | SANTA EUGÉNIA | Curriculum vitae | Foto da Igreja do Castedo | Foto de José Nogueira dos Reis | Eu sentado no Cabeço de Santa Barbara | Lindas Fotos de Sanfins do Douro | Lindas Fotos de Sanfins do Douro2 | Lindas Fotos de Sanfins do Douro3 | Fotos de Santa Eugénia | Trabalho e a Personalidade. | Os Meus Estudos | Falar de Santa Eugénia | Historial de Santa Eugénia e Estudo Económico | Sobre Mim | Fotos | Filosofia - J.N.Reis | Filo Cultura | HipyReis | Poemas | Conheça-me | UM Pouco de Mim | Favorite Links | Contacte-me e assine o meu livro | Gastronomia Tradicional | Fotos do concelho de Alijó | Em reconstrução | Foto de Zé Reis
 

 

Historial de Santa Eugénia:

1- Historial : Santa Eugénia, situa-se a cerca de 15km. De uma das saídas da I.P.4-Pópulo.

Tem a Área Aproximada de: 779 ha

AS Freguesias Limítrofes São: A Norte Pegarinhos; A Sul Carlão; A Este Candedo(esta do concelho de Mura); A Oeste Casas da Serra (lugar da freguesia de Carlão)

Orago: Santa Eugénia

1.2- Topónimo:Eugénia, de origem grega, significa Bem Vinda, Bem Aparecida, de Boa Linhagem

Os Primeiros Povos remontam ao período Megalitico;Comprova-o o facto de nas redondezas existirem ainda Pinturas Rupestres, Dolmens e Antas, aqui segundo se conta uma pintura Rupestre foi destruída aquando da busca de Volframio.Prova-o também o seu culto de origem sueva.Da época Romana existe, em pleno estado de conservação, uma «Fonte de Mergulho».

«Laje do Concelho» - Laje do Concelho

Concelho -  substantivo masculino.

Significa : Circunscrição administrativa;

Subdivisão de distrito;

 Município.

Latim conciliu.

Significa Assembleia.

É precisamente da acepção Latina, que esta «Laje do Concelho», herdou o nome. Era o local onde os «vizinhos»(antigo nome dado aos habitantes), se reuniam em assembleia, quer para eleger os seus dignos representantes junto de entidades hierarquicamente superiores(exemplo: Nos órgãos concelhios), quer para resolver problemas respeitantes a si próprios e/ou à localidade. Servia também de «Tribunal Moral», isto é:

Ali eram publicamente denunciados os maus actos e seus praticantes. O malfeitor, ou se emendava, ou era simplesmente arredado do mais simples convívio com os vizinhos.

Por sorte do destino, tinha esta «Laje do Concelho» uma outra função. Era precisamente o local de marcação limite, da altitude máxima permitida pelo Marquês de Pombal, para autorização de «benefício».

Esta mesma «Lage do Concelho», situa-se precisamente no inicio Da rua Marquês de Pombal. Coincidência ou propósito desta estranha relação, entre a «Lage do Concelho»(+-500m de altitude) e a rua «Marquês» de Pombal, com toda a modéstia, não o sei. Acho apenas uma coincidência demasiado coincidente.

Autor: José Nogueira dos Reis  

 

 

 

Figuras Ilustres, pré-25/4/1974: José Cunha Cardos ( Delegado de Saúde de Benguela), Homem de elevada filantropia, contribuiu para prolongar a vida de muitos habitantes desta freguesia.

Manuel José Guerra Santos Melo, responsável por: Luz eléctrica; Água Pública;Casa do Povo;Reparação da Capela de Santa Barbara, Igreja Matriz, Cemitério, Escolas.Para além da água ser explorada numa sua propriedade, ainda hoje, quando existe escassez de água, a sua família põe uma torneira de água a correr para toda a povoação.

Tenho enorme orgulho, por este senhor, ser avô de meus filhos - Daniel José Santos Melo Nogueira dos Reis e Micaela Regina Santos Melo Nogueira dos Reis - , paz à sua alma.

Pós 25/4/1974:António Alves Martinho, Deputado na Assembleia da Repúbica;Manuel Adérito Figueira, Vareador do Pelouro de Obras na Câmara Municipal de Alijó;Elias Martins Eiras, Presidente da Junta de Freguesia;

José Nogueira dos Reis, figura de elevada filantropia,  contribuiu fortemente para o desenvolvimento cultural das gentes desta freguesia desde os jovens, aos adultos homem de um só caracter, de um só ser, fosse qual fosse a fase da vida por que estivesse a passar. Foi fundador e co fundador de todas as associações culturais, de solidariedade, associativas, desportivas e/ou recreativas. Refundou o teatro, deu educação a adultos, foi promotor cultural, fundador ( nesta freguesia ) do partido socialista, tendo contudo, sempre presente o desenvolvimento, independência e afirmação destas gentes. Homem de uma simplicidade fora do comum, aparecia e desaparecia, quase sem se dar por ele!!. Pessoa sempre pronta a compartilhar o seu conhecimento, nunca se esquivou a dar uma boa e útil informação, a procurar ele próprio informar-se para informar. Fruto do seu avanço, quer para a época, quer em relação aos seus conterrâneos, trilhou caminhos amargos, que só a ele prejudicaram, mas, que lhe serviram de ensinamento para segurar a queda de outros. Julgo mesmo, que o seu maior inimigo, foi o seu avanço. Para se saber um pouco mais de este«SENHOR», VISITEN-SE OS SEUS SITES:

http://nogueirareis.tripod.com; http://nogueirareis.tripod.com/alijo; http://nogueirareis.tripod.com/santaeugenia; http://reis19.tripod.com; http://reis19.tripod.com/jnr; http://reis19.tripod.com/rnj; http://reis19.tripod.com/reis19; http://jose727.tripod.com; http://hipyreis.tripod.com; http://josereis.planetaclix.pt; http://josereis.planetaclix.pt/reis. 

2- População:Habitantes-511

 Residentes-HM-410-H-191,( com mais de 18 anos);

Eleitores inscritos : 480 ( compreendidos entre os n.º 3 e 711) ;

Famílias-191

Alojamentos-223

Edificios-215

No reinado de D.Sancho II, Santa Eugénia, fazia parte do concelho de Alijó;

Em 1258, nas Inquisições de D.Afonso III, Aparece no concelho de Murça.

Em 1269, D.Afonso III, ao confirmar o foral de seu irmão, dado a Alijó, ainda inclui de forma condicional, Santa Eugénia no concelho de Alijó.

A verdade é que no recenseamento de 1530, (reinado de D.João III), Aparece no concelho de Murça.Só regressou a Alijó com a reforma administrativa de 1853.

3-Desenvolvimento Económico: O Sector Primário, é o mais importante. Produção de vinho do porto, moscatel, consumo, champanhe e Azeite.Tem aprox.uma área de 600ha com autorização de beneficio; a industria de transformação de azeitona, também tem significado. A «Sociedade Agrícola Quinta de Santa Eugénia», empresa agrícola, dedicada à produção, transformação e comercio, é a maior produtora de riqueza, oferta de mão de obra e desenvolvimento técnico. Pela sua capacidade de inovação, predisposição para a ciência, sucesso e novas práticas adaptadas ao tradicional, é um caso a ter em conta, um exemplo a seguir, e, julgo que deveria ser divulgada e apoiada pelas instituições com responsabilidades governamentais, apresentando-a como «modelo» de práticas a seguir;Estou convencido de que é com medidas assim, mostrando e aconselhando o que há de bom, que esta região se desenvolve. A «Sociedade Agrícola Quinta de Santa Eugénia», está sediada no Largo da Fonte, com os telf.s: 259646174; 259648110; 259648111; 259646180. Cafés e mercearias, vêm imediatamente a seguir.

Esta Aldeia, caracteriza-se também pela Formação que sempre procurou dar aos seus filhos.

3.2- Acção Social: A)Centro Social, Rua da Veiga, Nº10-telf.259645261

B)Lar de 3.ª idade - N /Existe

C)Teatro - Extinto

D)Assistência Domiciliaria a cargo do Centro Cultural e Social

3.3- Saúde: Centro de Saúde , rua da Veiga; telf.259646188

3.4-Ensino: Pré-Primária; Infantário; 1ºCiclo(Escola Primária)

Já houve Formação e Educação de Adultos.

4- Desenvolvimento e Turismo: Café Areias largo do Cruzeiro, Nº20;  telf.259645035

Café Grande Ponto rua central nº1, telf.259646214

Turismo Rural:  Quinta do Reconco; tef.259645311

4.1- Associações: Grupo Desportivo Cultural e Recreativo de Santa Eugénia

Actividades: Futebol de 11, 5, 7.

Damas, xadrez, cartas.  Festas e Bailes.

Restauração: Café Areias,Grande Ponto e Reconco.

4.4- Diversão: Grupo Desportivo,Cafés

Guia Turístico: Rio Tinhela;Cabeço de StªBarbara;Fonte de Mergulho; Lage do Concelho; Igreja Matriz;Capelas de: StªBarbara, Cemitério e Casa Santos Melo.Sede do Grupo Desportivo,Centro Dia, Casa da Família «Malheiro»( Brasonada),  hoje pertença da Junta de Freguesia.

5- Tradições: Para além das lendas religiosas, referentes a StªEugénia e StªBarbara, Há a lenda de um local denominado Rapalobos;Diz-se que um jovem foi «devorado por 2 lobos»,quando vinha de namorar de Pegarinhos.A Mãe aflita, chamou por ele, ele distraíndo-se foi «morto».

5.2- Festas e Romarias: StªBarbaraPenúltimo Domingo de Agosto;StªEugénia11 de Setembro;Carnaval;S.João e S.Pedro.

Feira:N/Existem

5.4- Danças e Cantares: Janeiras, Reis,Carnaval,S.João e S,Pedro.

Trajes: N/Existe especifico

5.6- Jogos Tradicionais : Jogo do Fito, a chona, da malha e da macaca;

6 Gastronomia : Pratos da Região : Enchidos ;

6.1-Pratos Típicos: Enchidos e toda a Cozinha duriense.Bebidas durienses.

6.2-Tradição vinícola: Maduro;Porto; Moscatel; Jeropiga.

6.3- Doçaria Tradicional: Mulato,Teixeira,cavacas e amêndoas cobertas.

Local de Venda: Feiras e Romarias

7- Artesanato :

7.1- Cestaria - Infelizmente, faleceram há pouco tempo - (Mestre,  senhor João Eiras); Tamancos ( Mestre, senhor José de Jesus Baptista) ;  Material utilizado: Pau de Amieiro e Castanho.

7.2-Brinquedos Tradicionais: A «Carroça»

Este Trabalho, foi realizado por José Nogueira dos Reis, a pedido da Junta de Freguesia de Santa Eugénia

 

O Trabalho e a Personalidade

Realizado por:

José Nogueira dos Reis

Introdução ao estudo da Personalidade

Breve histórico

Originariamente, a palavra pessoa designava a máscara que o actor punha no rosto (latim, persona, litchina, no antigo russo, litchnost, no russo actual), passando depois a designar o actor e o seu papel: a pessoa do rei, do acusador, etc. Com o tempo a excepção da palavra estendeu-se ao mundo interior do indivíduo

Preâmbulo

Ao longo da evolução histórica, o trabalho modelou o homem; a sua acção determinante na formação da pessoa humana continua nos nossos dias. Esta é uma tese que tanto partilham filósofos e psicólogos materialistas como idealistas.

Estranho, é não abundarem trabalhos e/ou estudos interessados em mostrar as particularidades e as leis da génese das diversas qualidades da personalidade nas condições concretas do trabalho.

Tendências Filosóficas/Psicológicas.

Materialista: Esta por sua vez cindiu-se, em duas correntes. 1ª- assenta em posições biológicas; 2ª- assenta em posições sociológicas.

Continuação

Tendência idealista: è a ideia de unidade do espiritual e da pessoa, cujas raízes mergulham em Platão, que está na base da filosofia idealista moderna do personalismo.

Teorias de Formação

Na teoria dos grupos e dos indivíduos no processo de trabalho define-se a exposição relativa às qualidades da personalidade e da sua co-relação com o trabalho. Deva-se ter  especial atenção às qualidades que se inscrevem nos vários aspectos da estrutura funcional dinâmica da personalidade.

Personalistas Americanos

B. Bowne e J. Royce, fundadores do personalismo, consideram a personalidade uma substância «supra-individual», cuja mentalidade a manifesta, tanto em relação à essência física como à essência psíquica, na sua opinião, a substância da pessoa forma o «nódulo», que está rodeado de «esferas» empiricamente reconhecíveis: o temperamento, o carácter, as capacidades.

Pensar o Homem

Pertencente à ordem inteligível e pensado como ser fenoménico, pode acontecer ao mesmo tempo«pois que uma coisa na ordem dos fenómenos(...)esteja submetida a certas leis, de que essa mesma coisa ou ser em si, é independente, isso não contém a mesma contradição, porque no 1º caso o homem pensa-se afectado pelos sentidos e, portanto, como pertencente ao mundo inteligível.

Levantamento Temático

Vontade e Liberdade como sua Propriedade.

Agir incondicionalmente supõe«Liberdade de vontade»

A liberdade é o princípio fundamental de toda a moralidade

Vocabulário ou expressões mais usadas, na linguagem Kantiana

Boa-vontade Agir por puro respeito pela lei.

Razão prática dinamismo ou uso moral da razão.

Felicidade conjuntamente com a vontade constitui o Soberano Bem .

Respeito observância por respeito à lei; em conformidade c/a lei; por obediência à lei e não por outra razão.

Competências Profissionais

Capacidade de calculo

Capacidade de raciocínio

Capacidades criativas

Capacidades directamente ligadas ao trabalho

Capacidade de comunicação

Capacidades Pessoais/Interpessoais

Balanço de Competências Desenvolvidas ao Longo da Vida

Humanas

Aquisição de Competências Sócio-Profissionais

Desenvolvimento Pessoal

Atitudes e Comportamento

Comunicação e Relacionamento

Motivações

Mudança

Normas, Valores e Quadros de Referência

Valores Profissionais

Pessoas

 

 

Actividade Física

Bom Salário

Criatividade

Elevada Realização

Independência

Liderança

Prestigio

Risco

Segurança no Emprego

Trabalho com Pessoas

Fenómenos Psíquicos

1-     Processos Psíquicos

2-     Estados Psíquicos

3-     Propriedades Psíquicas

 

   Fenómenos Psíquicos, Manifestações

1-     Sensações, percepções, memória, reflexão, etc.

2-     Vigor, Fadiga, Actividade, Passividade, Irritabilidade, e os Diferentes Estados de Espirito

3-     Estas são mais estáveis, embora sejam variadas. As modificações pela evolução biológica do homem, compreendidas entre a nascença e a velhice. Mas são sobretudo modificações quando expostas a influências das condições sociais e da educação.

 O Conceito da Personalidade

Está intimamente ligado ao conceito de Ego

Inquérito de Qualidades Desenvolvidas numa Empresa

Total de Respostas- 233

Perseverança

71

30%

Iniciativa

38

16%

Constância no Esforço

32

14%

Coragem

28

12%

Resolução

19

08%

Organização

13

06%

Independência

13

06%

Desejo de Instrução

12

05%

Assiduidade

07

03%

Total

233

100 %

 

.As Relações de Personalidade

Uma Relação Existe sempre em Função de Mim Mesmo.

O Animal não está em relação com o que quer que seja, não conhece qualquer relação.

Para o animal, as suas relações com os outros não existem como relações.

O Reflexo das Relações Objectivas

Pela consciência, no plano ontológico, como fenómeno psíquico.

E, no plano ontológico, como se sabe, não se pode qualificar de subjectivo, num fenómeno psíquico.

No plano ontológico, os fenómenos psíquicos, com inclusão das relações psíquicas são objectivas.

As Relações Pessoais

Quando conscientes, enquanto forma superior, que é pertença única do homem, das relações psíquicas, surgem num lugar onde se constituem as operações do«Eu» e do «Não-Eu».

A forma da Relação Pessoal que põe o Ego em evidência (ofensa, timidez, medo, etc.) é dado ao homem geneticamente.

Filo e Ontológicamente

A gama complexa das relações psíquicas que permitem compreender asa relações pessoais do homem no trabalho, chama-la-emos de «série genética das relações.

O ganido de um cão espancado, o bebé que deixa de chorar quando lhe mudam a fralda representam relações psíquicas extremamente primitivas.

Mas quando um cão baixa a cauda ao ver avançar um pau ou o bebé sorri ao ver aproximar-se a mãe, são relações um tanto mais complicadas incontestavelmente.

Por:

José Nogueira dos Reis

 

Estudo histórico dos praticantes, modalidades e equipamentos do concelho de Alijó

E  EE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Alijó:

 

 

Sendo Alijó a sede do Concelho foram já e continuam a ser praticadas aqui um grande número de modalidades (e aqui excluímos as modalidades que foram praticadas pela Escola C+S de Alijó), através de várias equipas ou colectividades que já existiram no passado ou que existem neste momento. No presente há uma equipa de futebol de onze o Atlético Clube Alijoense que está na tabela da 2ª Divisão Regional Zona Norte, a Associação de Kung-Fu actualmente a ministrar aulas desta arte marcial no Complexo das Piscinas Municipais de Alijó e aulas de Aeróbica também nas citadas Piscinas Municipais. No passado houve já a prática das seguintes modalidades: Andebol, Futebol de Sala, Basquetebol e Voleibol (todas elas nas camadas mais jovens e, a grande maioria, masculinos e femininos).

No que diz respeito a equipamentos desportivos temos em Alijó um campo de futebol, um Pavilhão gimnodesportivo, um campo de futebol (de dimensões mais pequenas) na Escola C+S de Alijó e, por fim um polidesportivo a céu aberto na localidade anexa da Granja.

 

 

 

 

Ø     Freguesia do Amieiro:

 

 

Nesta localidade não existem quaisquer equipamentos adequados para a prática desportiva, à excepção de um campo de futebol que também está neste momento pelado e desactivado.

Para além de não haver equipamentos e, tanto quanto recorda o Presidente da Junta de Freguesia (cessante), nunca houve no Amieiro nenhuma associação ou colectividade vocacionada para a prática do desporto nem sequer algum desporto praticado com um mínimo de organização. Mais fomos informados pelo Sr, Presidente que, nem sequer existem nesta Freguesia suficiente número de jovens para a formação de qualquer equipa desportiva.

 

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Carlão:

 

 

Não existem, no momento presente em Carlão associações activas para a prática de desporto, nem desportos praticados. No passado existiram os seguintes desportos nesta Freguesia: Atletismo em que houve um grupo de jovens que, sem estarem ligados a nenhum clube ou associação chegaram treinados por um treinador da Freguesia a participar (e a ganhar) provas regionais e Futebol com o G.D.C.R. de Carlão a jogar durante algum tempo na 2ª Divisão Zona Norte. Este foi o último desporto que se praticou nesta localidade e deixou de existir há mais de cinco anos

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Casal de Loivos:

 

 

Segundo fomos informados pelo Presidente da Junta de Freguesia desta localidade, nunca existiram em Casal de Loivos quaisquer associações de índole desportiva, nem sequer modalidade alguma que tenha sido praticada dentro da Freguesia.

Em relação a equipamentos próprios para a prática de desportos os únicos que podemos encontrar em Casal de Loivos são um campo de futebol e um polidesportivo.

 

 

 

 

Ø     Freguesia do Castedo:

 

Não existe no momento presente qualquer desporto praticado ou associação de índole desportiva nesta Freguesia. No passado já

 

 

 

 

 

 

houve, no entanto, Futebol de onze tanto sénior como júnior, mas ambos acabaram há já bastante tempo.

Um campo de futebol pelado e abandonado há muito tempo é o único equipamento desportivo da Freguesia.

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Favaios:

 

 

A par de muitas outras actividades recreativas e culturais já existiu em Favaios uma equipa de Futebol com alguma relevância o Grupo Desportivo, Cultural e Recreativo de Favaios que chegou a figurar na tabela da 2ª Divisão Regional e que teve não só futebol sénior (com alguns atletas inclusivamente semi-profissionais ou mesmo profissionais) mas também camadas mais jovens.

Relativamente a equipamentos o único é o campo de futebol que está equipado também com balneários.

 

Ø     Freguesia de Pegarinhos:

 

 

Esta Freguesia tem um dos únicos dois clubes de futebol que continuam activos no nosso Concelho a Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Pegarinhos que presidida pela Presidente da Junta de Freguesia chegou a militar na 1ª Divisão Regional, apesar de ultimamente ter descido para a 2ª.

Para além do respectivo campo de futebol (pelado, mas com balneários), existe também uma pequena piscina onde costumam ir de Verão os jovens daquela Freguesia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ø     Freguesia do Pinhão:

 

 

Esta Vila é um dos casos mais interessantes e bem sucedidos do desporto do nosso Concelho. Assim temos um clube o Clube Pinhoense Douro que possibilita a prática de vários desportos que não são possíveis em mais nenhum outro do nosso Concelho. São praticados nesta associação Caça e Pesca (com atletas federados e sócios), Vela, Raides turísticos (de jipe e moto) e Canoagem, modalidade em que foram organizadas várias provas e em que houveram várias participações em outras.

Através de um protocolo realizado com um instituto de Lamego que consiste num programa de intercâmbio, está neste momento a ministrar aulas de Canoagem no clube uma professora da antiga U.R.S.S. que ensina uma técnica própria e muito pouco vulgar (talvez mesmo inédita) no nosso país.

Para além deste houve também outro clube o Futebol Clube Pinhoense que chegou a estar na 2ª Divisão Regional, mas que está desactivado (segundo informações da ex-Presidente da Junta) há mais de dezoito anos, tendo todo o espólio ficado à guarda da Junta de Freguesia, respectivamente o campo e os balneários anexos a este.

Os equipamentos para a prática desportiva desta Vila são (para além do já mencionado campo de futebol): um polidesportivo com balneários (junto ao rio) e os polidesportivos escolares que para além de servirem o desporto escolar são emprestados sempre que solicitado a outras colectividades ou pessoas.

 

 

 

 

Freguesia da Ribalonga:

 

 

O passado desportivo da Ribalonga é, tal como o presente muito pouco rico, não só em eventos como também em equipamentos. Para além das crianças desta Freguesia que praticam Ginástica (ministrada

 

 

 

 

 

por um professor da Escola C+S de Alijó) numa sala (junto ao campo de futebol) e quase sem condições algumas para o efeito, não existe no momento presente algum outro desporto praticado aqui. Houve, no entanto, há muitos anos atrás, Futebol.

O único equipamento e, por isso mesmo o campo de futebol que é pelado e está desactivado há já bastante tempo.

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Santa Eugénia:

 

 

Apesar de no corrente ano e já de algum tempo a esta parte, não haver prática de nenhum desporto em Santa Eugénia, já existiram no passado algumas modalidades nesta Freguesia, a saber: Futebol de onze com o Grupo Desportivo, Cultural e Recreativo a figurar durante algum tempo na tabela da 2ª Divisão Regional Zona Norte, Futebol de sala com organização de vários torneios maioritariamente para os jovens e durante o verão e com várias participações de algumas equipas em competições organizadas em Alijó, no Pavilhão Gimnodesportivo e, por último Atletismo onde chegaram a existir na Freguesia vários atletas que, apesar de não pertencerem ou estarem filiados em clube algum, tiveram várias participações em algumas provas Distritais e Regionais, sem no entanto obterem grandes resultados.

Assim não havendo nenhum desporto actualmente na Freguesia existem no entanto os equipamentos que podem possibilitar a prática de alguns que são: um campo de futebol pelado mas com os respectivos balneários, um polidesportivo a céu aberto que foi cedido ao Grupo Desportivo pela Junta de Freguesia e, por fim, a sede desta mesma colectividade que apesar de não estar equipada convenientemente para actividades desportivas pode por ser bastante ampla possibilitar a prática de vários desportos, para além de estar equipada com mesas de Ténis de mesa e Bilhares.

 

 

 

 

 

 

 

Ø     Freguesia de São Mamede de Ribatua:

 

 

            Neste momento não há desporto algum que se pratique nesta Freguesia, pois todas as equipas que já existiram foram desactivadas, no entanto houveram já na localidade equipas de várias modalidades, algumas até com projecção a nível nacional. Praticou-se Andebol desporto em que uma equipa feminina da Freguesia se sagrou campeã nacional da modalidade, Atletismo, Futebol de onze e finalmente Futebol de sala com várias participações de outras tantas equipas nos torneios de verão, organizados no Pavilhão Gimnodesportivo de Alijó.

         Todas as modalidades aqui descritas foram praticadas debaixo da alçada do Grupo Desportivo e Cultural de São Mamede De Ribatua, colectividade que atravessa agora momentos bastante difíceis e várias incertezas com relação ao futuro serão realizadas brevemente eleições e, se ninguém concorrer para liderar a associação todo o seu espólio reverterá para a Junta de Freguesia que por ele zelará.

         No que toca a equipamentos desportivos existem um campo de futebol e um polidesportivo a céu aberto.

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Vale de Mendiz:

 

 

            Em Vale de Mendiz nunca existiu nenhuma associação de índole desportiva nem nenhum desporto praticado. Apesar disto o Centro Social e Cultural de Vale de Mendiz, não sendo uma colectividade vocacionada para a prática de desporto já organizou vários torneios de Futebol de sala.

         Em termos de equipamentos apenas existe um polidesportivo a céu aberto e um campo de futebol.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Vila Chã:

 

 

            Encontramos nesta Freguesia um dos mais activos exemplos do desporto no Concelho. Em Vila Chã a Associação Cultural, Desportiva e Recreativa, possibilita a prática de Futebol, por outro lado na localidade anexa da Chã, para além de outras actividades sociais, recreativas e culturais, a Associação Cultural e Recreativa assegura a prática de Futebol, não havendo, no entanto um clube organizado. Por fim na aldeia de Carvalho a Associação Cultural, Social e Desportiva, presidida pelo próprio Presidente da Junta de Freguesia é bastante activa e tem já no seu currículo a organização de várias provas de Rally Paper e de Jogos Tradicionais.

         Os equipamentos desportivos que servem esta Freguesia e as respectivas anexas são: campos de futebol em Vila Chã, na Chã (sem sequer marcação) e em Carvalho.

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Vila Verde:

 

 

            O desporto nesta Freguesia e no momento presente é praticamente inexistente. Mesmo no passado (e segundo informações cedidas pela Presidente da Junta) nunca houve na Freguesia ou nas anexas equipas organizadas em qualquer desporto (à excepção de pequenas equipas organizadas ad hoc por alturas de festa ou outras ocasiões esporádicas).

         Relativamente a equipamentos, existem os seguintes: campos de futebol (pelados e desactivados) nas localidades de Vila Verde, Perafita, Souto de Escarão e no Freixo. Para além destes que são os únicos que existem actualmente, está a decorrer em Vale de Agodim a construção de mais um campo de futebol.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ø     Freguesia de Vilar de Maçada:

 

 

            Não há no momento actual prática de qualquer desporto nesta Freguesia. No entanto, no passado, existiram aqui várias equipas e modalidades que foram desaparecendo ao longo dos tempos, a saber: Futebol de onze, Atletismo onde chegou a haver alguns atletas da Freguesia que participaram em algumas provas de âmbito regional e por fim Ciclismo. Todas estas modalidades, assim como muitas outras actividades de natureza cultural, recreativa e mesmo social foram possíveis ao abrigo de uma associação o Grupo Artístico, Desportivo e Cultural de Vilar de Maçada que neste momento está já desactivado.

         Relativamente a equipamentos desportivos existem na Freguesia um campo de futebol, um polidesportivo a céu aberto (que está cedido à colectividade pela Junta de Freguesia) e a sede da colectividade.

 

 


 

 

Associações Desportivas

Freguesia

Centro Desportivo, Recreativo e cultural

de Santa Eugénia (D)

Santa Eugénia

Clube Pinhoense Douro

 


Futebol Clube Pinhoense (D)

 

Pinhão

Atlético Clube Alijoense

Alijó

Associação Social, Cultural, Recreativa e Desportiva de Pegarinhos

Pegarinhos

Centro Recreativo e Cultural de Vale de Mendiz (D)

Vale de Mendiz

Associação, Cultural, Desportiva, Recreativa de Vila Chã

 


Associação Cultural e Recreativa da Chã

Associação Socio-Cultural e Desportiva de Carvalho

 

 

Vila Chã

Associação Cultural e Social de São Mamede de Ribatua

São Mamede de Ribatua

Grupo Artístico Desportivo e Cultural

Vilar de Maçada

Centro Recreativo e Cultural de Vila Verde

Vila Verde

Grupo Desportivo Cultural e Recreativo de Favaios

Favaios

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* (D) - Desactivado

 


É necessário ainda ver (o mais rapidamente possível) se consigo pela última vez apanhar o Sr. João prof. De Kung-Fu nas Piscinas Municipais (ou na oficina) para lhe perguntar como se chama a associação e o que faz.

 Verificar o nome do clube de futebol que terá existido em Carlão ( e a Divisão em que chegaram a andar)

 Segundo informações da Presidente da Junta.

Verificar se de facto este nome da Associação de Pegarinhos está correcto (uma vez que foi dada por jovens da Freguesia, porque a Presidente da Junta [e do clube, simultaneamente] encontra-se doente)